Carrinho 0

Suso de Toro

Suso de Toro

(Compostela, 1956)
Licenciado em Arte pela USC, guionista de televisão e colaborador habitual em imprensa e rádio. Publicou mais de vinte livros de narrativa, teatro e ensaio. Como narrador: Polaroid (1986, Prémio Crítica galega); Land Rover (1988); Ambulancia (1990); Unha pouca cinza (1992); Tic-tac (1993, Prémio Crítica espanhola); A sombra cazadora (1994); Calzados Lola (1997, Prémio Blanco Amor); Círculo: da materia dos soños (1998), Non volvas: filla da madrugada (2000, Prémio Crítica espanhola); Servicio de urxencias (2002); Trece badaladas (2002); O príncipe manco (2004, agrupa Tic-Tac e Círculo); Home sen nome (2006); Sete palabras (2009). Em Unha rosa é unha rosa (1996) e em infanto-juvenil Caixón desastre (1983), Conta saldada (1996) e Morgún (2003). No campo do jornalismo e do ensaio, Camilo Nogueira e outras voces: unha memoria da esquerda nacionalista (1991), Parado na tormenta (1996), A carreira do salmón (2001), Españois todos: As cartas sobre a mesa (2004), entre outras. A sua obra está traduzida e estudada em vários países. Em 2010 retirou-se como escritor profissional e regressou ao ensino secundário como professor.

Apenas um resultado

Ver carrinho “O crânio de Castelao” foi adicionado ao seu carrinho.