Carrinho 0

Quem fala a minha língua?

Ensaio sobre glotopolítica composto por seis artigos em que é tratada a relação entre língua e identidade em seis contextos diferentes: Eo-Návia, Flandres, Moldávia, Occitânia, ex-Jugoslávia e Valência. 

A pergunta “Quem fala a minha língua?” pode parecer retórica. A priori, todos os falantes sabemos respondê-la. Ora, há países e comunidades onde esta pergunta não vai atingir uma resposta unívoca. Este livro debruça-se sobre alguns destes contextos sociolinguísticos onde a identidade e a língua atuam como pano de fundo.

13,00 IVA incluído

Em stock

ID do produto: 2486 REF: 978-84-87305-76-4 Categoria:

Coordenado por Valentim Fagim e Xemma Fernández, reúne seis trabalhos sobre línguas que por diferentes motivos políticos e históricos não respondem ou responderam sempre igual à questão que dá nome ao livro: eonaviego, neerlandês, moldavo, occitano, servo-croata e valenciano:

“Nos limites nordestinos do galego-português europeu: o eonaviego” – Xavier Frias Conde
“O neerlandês, idioma de flamengos e holandeses” – Fernando Venâncio
“Os moldavos: Roménia, Rússia e as políticas de cultura” – Charles King
“O occitano na França : qual e para que usos?” – Carmen Alén Garabato
“Herdeiros ou antepassados: o servo-croata e a ex-Jugoslávia” – Jairo Dorado Cadilla
“O Idioma valenciano. Um caso de individuação linguística num contexto de menorização” – Miquel Àngel Pradilla Cardona 

 

Título

Quem fala a minha língua?

Autores

AAVV

Género

Ensaio

Ano de edição

2013

Descrição

206 páginas, 14 x 21 cm

Encadernação

Brochura

Coleção

Através da Língua, 9

ISBN

978-84-87305-76-4

Mapas e capa

Hugo Rios

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Quem fala a minha língua?”