Carrinho 0

Atlas das Nações sem Estado na Europa

Tradução e atualização do original francês Atlas des Nations sans État en Europe de Mikael Bodlore-Penlaez publicado em outubro de 2010 polas Éditions Yoran Embanner. 

Nesta Europa dominada pelas nações com Estado, a evidência de que há comunidades humanas inteiras que não gostam das realidades políticas em que vivem, a maioria das vezes em virtude de tétricas histórias registadas no passado, obriga a recear da condição acreditavelmente democrática de quem considera que os Estados e as suas fronteiras são sagrados. Assim sendo, bem pode dizer-se que este livro é uma ferramenta político-reivindicativa de primeiro relevo. (Carlos Taibo)

 

20,00 IVA incluído

Em stock

ID do produto: 2673 REF: 978-84-16545-11-7 Categoria:

Este livro pretende resgatar muitas realidades subterrâneas, as próprias das ‘nações sem Estado’, que desenham uma Europa muito diferente e revelam uma história premeditadamente oculta. Ao abrigo dessas realidades, o menos que pode afirmar-se é que o leitor tem a oportunidade de acrescentar o seu conhecimento sobre espaços geográficos – falamos, e felizmente, de um atlas – que estão desde há tempo na sua cabeça e, com certeza, descobrirá outros por completo ignorados.

Mas os méritos deste livro não terminam aí. Não se trata apenas de fortalecer conhecimentos. Nestas páginas o leitor terá também a possibilidade de reabrir debates que parecem cada vez mais interessantes e urgentes. Porque a problemática das ‘nações sem Estado’ permite o desenvolvimento de opiniões diversas. Estamos a falar, por exemplo, de realidades naturais? Se é assim, que significado convém atribuir ao último adjetivo (e também, talvez, ao substantivo)? O próprio termo ‘nações sem Estado’, não conduz de maneira delicada a identificar instâncias que estariam teleologicamente incompletas sem a presença da instituição Estado? Em paralelo, e não sem paradoxos, não é a ausência do Estado o que explica a sobrevivência afortunada dessas realidades naturais, ao tempo que dá conta dos fracos mecanismos de defesa que, frente às agressões, têm as populações implicadas?

A leitura do texto deixa nas mãos das pessoas inquietas a resposta a essas e a outras perguntas. O único que, a este respeito, não parece saudável é virar as costas a essas discussões. 

CONSULTA O ÍNDICE

 

Título

Atlas das nações sem estado na Europa

Subtítulo

Povos minoritários em demanda de reconhecimento

Autor

Mikael Bodlore-Penlaez

Tradutores

Abrahan Bande e Fernando Corredoira

Género

Ensaio

Ano de edição

2017

Descrição

176 páginas, 17 x 24 cm

Encadernação

Brochura

Coleção

Através das Ideias, 9

ISBN

978-84-16545-11-7

Capa

Ricardo Cabanelas

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Atlas das Nações sem Estado na Europa”